Da Redação Brasília – Enquanto as exportações brasileiras para a China não param de crescer, puxadas sobretudo por um aumento de 47,53% nas vendas da soja, as exportações chinesas para o Brasil seguem trajetória no sentido oposto e amargam uma forte retração de 39,30% entre os meses de janeiro e abril comparativamente com o mesmo […]Da Redação Brasília – Enquanto as exportações brasileiras para a China não param de crescer, puxadas sobretudo por um aumento de 47,53% nas vendas da soja, as exportações chinesas para o Brasil seguem trajetória no sentido oposto e amargam uma forte retração de 39,30% entre os meses de janeiro e abril comparativamente com o mesmo […]
LINK DA FONTE